Janeiro – 2018

PROGRAMAÇÃO JANEIRO / 2018

FÉRIAS NO MUSEU É LEGAL
MUSEU MONTEIRO LOBATO

f1

O Museu Histórico Folclórico e Pedagógico Monteiro Lobato criado em 04 de novembro de 1958 disponibiliza de uma extensa área de 20.000m², com uma casa constituída como exemplar típico das chácaras que envolviam as chamadas “Cidades do Café”, onde Lobato viveu sua infância. O Seu modelo arquitetônico de segue os padrões típicos europeus, com sua construção da América Colonial. Uma grande viagem histórica para quem busca lazer e entretenimento.

f2Acervo “José Bento Monteiro Lobato”: O local possui um rico acervo que conta um pouco da vida desse grande escritor que leva o nome do Museu. Esse acervo conta com a mobília original pertencente a Lobato, além de alguns objetos pessoais tais como: Guarda chuva, Valise médica, tinteiro, baú, entre outros.

 

f3Aquarelas de Lobato: O Museu possui em seu acervo três aquarelas pintadas pelo próprio escritor. Como o mesmo disse: “No fundo não sou literato, sou pintor. Nasci pintor, mas como nunca peguei nos pincéis a sério, arranjei, sem nenhuma premeditação, este derivativo de literatura, e nada tenho feito senão pintar com palavras”.

 

f4Cozinha: O Museu ainda apresenta uma réplica original da cozinha típica caipira montada nos moldes característicos do Vale do Paraíba, no período colonial do século XVIII. Com um vasto acervo, contendo: Fogão a lenha, pilão de madeira, ferro de passar roupa (Marcham Bomba), entre outros utensílios.

 

f5Biblioteca Infantil / Brinquedoteca: Oferecemos livros para leitura no local. Ainda contamos com um pequeno acervo, porém de grande colaboração para com as pesquisas escolares, entretenimento e ação educativa e pedagógica. Aos finais de semana contamos com a presença de monitores que aplicam oficinas de arte e brincadeiras na brinquedoteca, que é um espaço de diversão e aprendizado.

 

VISITA GUIADA

De terça a sexta-feira às 10h30

 

TEATRO
“A Cigarra e a Formiga”

Emília, inconformada com a fábula “A Cigarra e a Formiga”, de La Fontaine, resolve mudar o rumo da história, nos deixando refletir sobre a importância do artista, que nos alegra e torna nossa vida mais feliz, sem deixar também, o trabalho da Formiga tão árduo como fonte de força e conquista.

Assim, precisamos conferir essa história para sabermos quanto o respeito, a ética e a diversão são extremamente importantes no nosso convívio.

 

EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA

quiririmQuiririm nos Anos 30 De: 27 de setembro a 31 de janeiro (prorrogada).

EXPOSIÇÃO – O Museu Histórico, Folclórico e Pedagógico Monteiro Lobato, sabendo desse espaço privilegiado de “administração de memória”, e com isso um facilitador do papel de promoção de conhecimento, apresenta uma rica exposição Quiririm dos Anos 30, produzida pelo artesão Alayr Corbani, um simpático descendente de imigrantes italianos e morador de Quiririm desde que nasceu, há 86 anos. E a exposição remonta o Distrito Italiano na década de 30, ou seja, o melhor momento para evidenciar a memória e o desenvolvimento do Museu, da Região e de seus habitantes.

 

 

“Praça Coração” Abertura 05 de dezembro às 15 horas em Comemoração aos 372 anos de Taubaté

De: 05 de dezembro a 31 de janeiro

5Praça Coração – A praça coração, nome carinhosamente dado ao primeiro núcleo de povoamento de Taubaté – SP, foi o local onde também se instalou a primeira igreja da cidade, dedicada a São Francisco das Chagas e começou a ser construída por volta de 1640. A construção de uma igreja era um dos requisitos mínimos da época para um povoado ser elevado à categoria de Vila, além da construção de uma cadeia e da Câmara Municipal. A Igreja Matriz de Taubaté – hoje Catedral – é, portanto, o templo mais antigo do Vale do Paraíba. Em 1909, a então Igreja Matriz de São Francisco das Chagas foi elevada à categoria de Igreja Catedral, igreja onde fica a Cátedra da Santa Sé, do Papa, representada na figura do Bispo Diocesano, cujo primeiro bispo foi Dom Epaminondas Nunes D’Ávila e Silva, que dá nome à praça, anteriormente conhecida como Largo da Matriz.

E “Dom Epaminondas”, como era chamado, nasceu na cidade de Serro Frio-MG, em 4 de julho de 1869. Em 29 de abril de 1909, o Papa Pio X nomeou-o primeiro Bispo de Taubaté. Sua posse ocorreu dia 21 de novembro de 1909, na Catedral de Taubaté. Dom Epaminondas, ao assumir a nova e extensa Diocese, tinha a grande missão de estruturá-la. Desde o início percebeu-se no novo Bispo um grande senso de responsabilidade e organização, e entre suas obras, ressaltam-se a construção da Igreja da Beata Teresinha; o Seminário Diocesano e o Jornal O Lábaro, legados que permanecem até nossos dias. Apesar das dificuldades econômicas, Dom Epaminondas ordenou quase 80 sacerdotes e o clero de Taubaté alcançou um prestigio que ultrapassava as fronteiras da Diocese. Dom Epaminondas desde sua infância teve problemas de saúde e o seu governo na Diocese de Taubaté foi marcado por uma grande debilidade física. Já em 10 de maio de 1935, com o agravamento de sua doença, D. Epaminondas foi encaminhado para o Rio de Janeiro para tratamento de saúde onde faleceu em 29 de junho de 1935. E o M.H.F.P Monteiro Lobato, se aproveitando das comemorações de 372 anos ( 4 de Dezembro de 1645 ) da Cidade de Taubaté – SP, promove a exibição da exposição fotográfica “Praça Coração”, que documenta as mudanças estruturais dessa praça de 1913 – 2003, marco zero do Município.

 

Curadoria: Maria Cristina Lopes

Texto: Sérgio Marin Vieira

Edição Gráfica: Well Ramos

Imagens acervo MISTAU – Museu da Imagem e do Som de Taubaté

 

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

 

02 a 05/01 – Terça a Sexta-feira

613h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

13h30 às 15h30 – Oficina “A Cigarra” – com Larissa Rodrigues.

14h às 16h, sexta-feira – Oficina “Recreativa” – com V&A Produções.

16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

06/01 – Sábado

10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Brinquedo” – com Cia. Philaderpho.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

07/01 – Domingo

6a10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

 14h às 16h – Oficina “Emília Linguaruda” – com Fabricando Arte.

14h30 Lançamento do Projeto Ler Alimenta a Alma da Associação Amigos Plantando o Bem.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

09 a 12/01 – Terça a Sexta-feira

6b13h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

13h30 às 15h30 – Oficina “Peteca” – com Larissa Rodrigues.

14h às 16h, sexta-feira – Oficina “Recreativa” – com V&A Produções.

16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

13/01 – Sábado

10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Brinquedo” – com Cia. Philaderpho.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

14/01 – Domingo

6d10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Dominó com a Turma do Sítio do Picapau Amarelo” – com Fabricando Arte.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

16 a 19/01 – Terça a Sexta-feira

6e13h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

13h30 às 15h30 – Oficina “Sanfona da Cuca” – com Amanda Cardoso.

14h às 16h, sexta-feira – Oficina “Recreativa” – com V&A Produções.

16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

20/01 – Sábado

10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Brinquedo” – com Cia. Philaderpho.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

21/01 – Domingo

6f10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Bilboquê com pregador de roupa” – com Fabricando Arte.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

23 a 26/01 – Terça a Sexta-feira

6g13h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

13h30 às 15h30 – Oficina “Balangandã” – com Amanda Cardoso.

14h às 16h, sexta-feira – Oficina “Recreativa” – com V&A Produções.

16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

 

27/01 – Sábado

10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

14h às 16h – Oficina “Brinquedo” – com Cia. Philaderpho.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

28/01 – Domingo

6h10h às 12h e 14h às 17h Turma do Sítio do Picapau-Amarelo.

*Exceto quando estiverem apresentando a peça de Teatro.

 14h às 16h – Oficina “Brincadeira com Fantoche de Vara” – com Fabricando Arte.

11h e 16h – Teatro com a Turma do Sítio.

*Retirada de senha 30 minutos antes do início da apresentação. Capacidade 120 pessoas.

 

 

AULAS DE TAI CHI CHUAN

thai.fw

TERÇAS E QUINTAS DAS 07H30 ÀS 08H30

f8

Mestre Benedito de Barros Filho

Retorno previsto para o dia 11.01

 

dez 21 2017 Staff Categoria: Agenda Geral

Tags:, , , ,

standardPostTransition
Perhaps the network unstable, please click refresh page.
Museu Monteiro Lobato